Resenha sobre a Animação Frozen 2 (PARTE FINAL)

CONTINUAÇÃO:

Claramente Frozen 2 tenta surfar em êxitos do primeiro filme, o que acreditamos é que, definitivamente não seja o caso da trama, a trama apesar dos pesares é satisfatoriamente original. Onde estaria essa inspiração? Seria quando o filme investe bastante em certos elementos mais específicos, como primeiro: o número de músicas (que não eram poucas) que nos dá a sensação de fluidez sendo interrompida constantemente – para deixar claro não é o caso de todas as músicas mas uma parte considerável não entra para acrescentar tanto a trama e/ou a narrativa como “Let It Go”, “Do You Want to Build a Snowman?”, “For the First Time and Forever”, “Love Is an Open Door” ou até “In Summer, fizeram. No segundo filme elas entram pelo que parece ser uma obrigação sem muito importar o contexto, sem muito contar a necessidade da cena, para confirmar isto, cada vez que um personagem  se recolhia em um canto escuro meio tristes não dava dois tempo para começar cantar.

E, além de sentir esse uso mecânico das músicas, pelo menos nessa primeira visita ao filme, não deu para se notar muita diferença entre as canções mais melancólicas, por um lado compondo uma unidade show e por outro parece um disco arranhado; a história está tentando avançar mas as musiquinhas muito parecidas deixam a sensação de que o filme não ta saindo do lugar […] isso que dizer que as músicas são ruins ou chatas? Não, definitivamente não! Só que tem músicas de mais, que a melancolia de boa parte delas acaba se tornando repetitiva e cansativa, e que não achei nenhuma música marcante ou icônica suficiente para não sair da cabeça como o primeiro filme fez; e para sermos justos estamos levando em consideração a primeira vez que vimos os primeiro filme, que saímos com a música bitolando na cabeça; e falamos isso mesmo tendo gostado das mensagens das letras em geral e ter adorado a paródia visual que fizeram durante a música do Kristoff (e até essa surge meio que do nada, surge com uma obrigatoriedade de incluir uma música para cada cena).

CONFIRA A PARTE 1 E A PARTE 2 NOS ARTIGOS ANTERIORES…

 

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *