Animais com Poderes Aterrorizantes (PARTE FINAL)

Publicidade:

CONTINUAÇÃO…

PITOHUI

Não são apenas as cobras, escorpiões e sapos que podem amedrontar suas presas com venenos letais. 3 pássaros do gênero Pitohui, que foram descobertos nas florestas tropicais da Nova Guiné, são potencialmente venenosos. Essas pequenas aves alaranjadas tem em sua pele e penas um componente tóxico (apenas texto: homobatracotoxina). Esse poderoso neurotóxico tem a capacidade de paralisar até mesmo os músculos do coração de suas vítimas menores. O envenenamento acontece quando o pássaro entra em contato com a pele, boca, olhos e mucosas nasais de suas vítimas. Os primeiros sintomas do envenenamento são a dormência e paralisia da região afetada. Mas estudos recentes sugerem que os pássaros não sintetizam o veneno. Em vez disso, eles obtêm através de seu suprimento de comida, especificamente de uma espécie de besouro que comem. Sua habilidade especial está em não ser afetado pelo veneno de suas presas, e ainda por cima ser capaz de absorver a substância letal e depositar em seu corpo para intimidar predadores.

DRAGÃO-VOADOR

Quem disse que dragões não podem existir na vida real? Correr pelo chão das florestas do sudeste Ásia, onde predadores ferozes se escondem, pode ser perigoso. Assim, ao longo de milhares de anos, esse lagarto se adaptou a capacidade de voar. Esses animais desenvolveram um conjunto de costelas alongadas, que podem estender e retrair. Entre essas costelas estão dobras de pele que ficam retas contra o corpo quando não estão em uso, mas agem como asas quando desdobradas, permitindo que o dragão aproveite o vento e voe como um planador. Cada voo pode transportá-lo por até 9 metros entre galhos de árvores, onde os machos patrulham ferozmente seus territórios e as fêmeas voam livremente em procura de um companheiro.

RATEL

Medo definidamente é uma palavra que não está no vocabulário desse feroz animal. Ele compra briga contra qualquer inimigo, não importa o tamanho. O ratel é capaz de enfrentar porcos-espinhos, búfalos, cobras, lobos, leopardos e até leões! O animal nem mesmo se preocupa com a quantidade de inimigos, e por incrível que pareça, esse exímio lutador dificilmente perde um confronto. O segredo para tanta confiança está na sua pele, que é muito grossa e sólida, e o protege contra as dentadas de animais maiores, e até mesmo do veneno de animais como cobras e escorpiões. São criaturas muito inteligentes, e sabem de prontidão os pontos fracos de suas presas, facilitando o ataque. Enquanto isso, seus dentes e garras afiadas fazem o resto do trabalho, e inclusive são fortes o suficiente para devorar uma presa toda. Apesar de gostarem de carne, os rateis tem uma preferência alimentar bem simples: mel, que conseguem atacando colmeias de abelhas.

Publicidade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *