3 Curiosidades sobre o clássico Família Dinossauro


Um clássico que marcou a toda uma geração, A Família Dinossauro ganhou um público de diversas idades (jovens, crianças, adultos e famílias). Por mais que seja considerada por muitas pessoas como uma série infantil, ela trazia consigo mensagens muito importantes e algumas críticas ao modelo norte-americano de vida. Mas infelizmente, se extinguiu muito rápido da televisão. Confira agora 3 curiosidades super interessantes sobre o clássico Família Dinossauro.

1# DATA DE ESTREIA

A série clássica, Família Dinossauro, foi ao ar entre 1991 e 1994, totalizando 65 episódios. Surgiu de uma parceria entre a Disney, a Companhia de Jim Henson e a produtora Michael Jacobs. A Companhia de Jim Henson desenvolveu a tecnologia dos trajes das Tartarugas Ninjas, para o filme de 1990 e Henson ficou encantado e queria desenvolver a série Família Dinossauro utilizando exatamente a mesma tecnologia dos animatronics, infelizmente ele morreu vítima de pneumonia em 1990 com apenas 53 anos e, não chegou a ver uma de suas grandes obras ir ao ar. Ele também foi o criador dos Muppets e da Vila de Sésamo.

2# PRODUÇÃO TRABALHOSA

Publicidade:

Quem assistiu a série nem imaginava o quão trabalhoso era produzir os episódios. Apenas seis funcionários eram responsáveis por dar vida ao dinossauros através da tecnologia dos animatronics. Para criar um episódios de 23 minutos eram necessárias, aproximadamente, 65 horas semanais isso equivale mais de nove horas por dia contando sábados e domingos. E, só o episódio-piloto custou cerca de 6 milhões de dólares.

3# FIGURINOS

Os figurinos eram produzidos artesanalmente e cada personagem tinha característica e articulações diferentes. Os trajes dos dinossauros foram feitos em duas partes, uma com o corpo completo e a outra era a cabeça animatrônica. Através de um controle remoto era possível dar movimento a boca, a mandíbula, os olhos e as sobrancelhas, e eram duas pessoas que interpretavam cada um dos personagens a que estava dentro do traje e a quem prestava voz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *