2 Fatos que Acreditamos mas que deveríamos parar!

Existe alguns “fatos” nos quais  acreditamos apenas porque os escutamos tantas vezes que todos acabam acreditando que são verdadeiros. Aposto que você está convencido de que o leite é bom para os seus ossos e que o Everest é a maior montanha do mundo. Estamos tão acostumados em acreditar em tudo em que ouvimos que acabamos deixando de saber o que é realmente verdadeiro (fato). Então para ajudar, um pouco, mostraremos à você 2 fatos que na realidade são mentiras e que você deveria parar de acreditar!

1° CHOCOLATE CAUSA ACNE 

Muitas pessoas não comem chocolate por temer que a pele fique cheia de espinhas, bem, não se prive mais, pois isso não é verdade!
O dermatologista Dr. James E. Fulton JR. vários outros especialistas conduziram estudos sobre a suposta conexão entre chocolate e acne. Eles deram barras de chocolate com 10 vezes mais cacau, do que a barra comum, para 65 cobaias com propensão a formação de acne. O que eles descobriram foi que o chocolate não é prejudicial a pele e que não afeta em nada.
A Dermatologista Drª. Ava Shamban, de Los Angeles, concorda completamente, e até mesmo diz que há poucas evidências que sustentam à alegação de que comer chocolate faz você ter uma crise de acne.

Publicidade:

2° O EVEREST É A MAIOR MONTANHA NO MUNDO 

Alpinistas do mundo inteiro tentam conquistar a supostas montanha mais alta do mundo, e alguns conseguem. Claro, se estamos falando de montanhas localizadas acima do nível do mar a maior de todas é o Everest, mas se considerarmos montanhas em geral, incluindo aquelas que começam no fundo do mar, o Everest não é tão grande assim quanto se pensa. O novo posto de número 1 vai para “Mauna Kea”, um vulcão que está localizado no Havaí. Têm uma altitude de 4.205 M acima do nível do mar, mas sua base está localizada cerca de 6.000 M abaixo da superfície, isso faz com que Mauna Kea tenha uma altitude, da base ao pico, de cerca de 10.210 M, o que de fato súpera a altura do Everest de 8.848 M.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *